sábado, 20 de março de 2010

O que realmente é mais importante?


"E regressando eles, terminados, aqueles dias, ficou o menino Jesus em Jerusalém, e não o soube José, nem sua mãe." (Lc 2.43)

O esquecimento passou a fazer parte do cotidiano humano. Vivemos numa época muito corrida, na qual queremos resolver tudo bem rápido e se possível de uma só vez. Queremos que tudo seja para ontem. E se você reparar bem vai verificar que essa corrida frenética pelas coisas do dia-a-dia da vida ajudam a nossa mente a vagar pelo esquecimento de coisas importantes, e pasmem até mesmo de pessoas importantes. Vez por outra estamos nos esquecendo de alguma coisa – a chave do carro ou da casa, um documento importante, dinheiro e etc.


E quando isso acontece, geralmente nós ficamos preocupados, às vezes nos sentimos até culpados por aquele ato, ou quem sabe até ficamos com vergonha de contar como perdemos tal coisa. Eu penso que quando isso acontece é sinal de que a nossa vida está muito corrida, mas também um sinal de que estamos vivendo intensamente presos as coisas que estão ao nosso redor, preso às coisas que estão próximas de nós.

E por estarmos vivendo observando apenas as coisas que estão ao nosso redor, não nos atentamos para o que é realmente importante. Pois nem sempre o que está nos reclamando atenção e está ao nosso redor é mais importante.

E a pergunta que nós precisamos fazer é: Porque trocamos as coisas mais importantes pelas menos importantes?

Responda com sinceridade:

Quando tempo você tem dedicado a sua família?
Quanto tempo você tem dedicado para brincar e estar com seus filhos?
Esposa, quanto tempo você tira para simplesmente passear com o seu marido. Marido, quanto tempo você tira para passear com a esposa?
Quanto tempo você tem dedicado a Deus?
Quanto tempo você tem dedicado a obra de Deus ou a sua igreja?
Quanto tempo você tem dedicado a você mesmo?

A família de Jesus foi a uma festa muito importante para eles e para todo o povo judeu, no entanto quando regressaram eles simplesmente esqueceram Jesus. Responda-me: A bagagem na volta era importante? Sim. Os companheiros e parentes de viagem eram importantes? Sim. Então porque esqueceram logo de Jesus, porque se esqueceram do filho de Deus? Repito, porque trocamos as coisas mais importantes pelas menos importantes.

Observe ao seu redor e você vai ver que têm trocado as coisas mais importantes pelas menos importantes. Troque as suas prioridades hoje e seja abençoado em nome de Jesus Cristo!

Que Deus te abençoe rica e abundantemente,

Pr. Flavio Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo de qualidade

Palavra de Nova Vida - Pr. Flavio Muniz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...