sábado, 3 de abril de 2010

Oração no meio da angústia


“Tira a minha alma do cárcere, para que eu dê graças ao teu nome...” (Sl 142.7a)

Este Salmo nos mostra a oração que Davi fez quando estava passando por um momento de muita angústia. Davi fez esta oração dentro de uma CAVERNA, pois estava fugindo de seu maior perseguidor, o rei Saul. Não me é estranho a estadia de Davi em uma caverna, já que os homens quando ficam angustiados e aflitos costumam buscar suas CAVERNASSabemos que:



1)     caverna é um lugar escuro (de trevas)
2)     caverna é um lugar muito incômodo
3)     caverna é um lugar para quem está se sentindo só e triste
4)     caverna é um esconderijo para quem está com medo de alguém ou de algo

Foi justamente neste lugar que Davi clama ao Senhor. E você sabe como ele se sentia no momento de sua oração? Observe os versículos do salmo 142:

1)     Ele estava atribulado e aflito (vs 2).
2)     Ele estava desanimado, querendo desistir de seus objetivos (vs 3a).
3)     Ele se sentia ameaçado pelos seus inimigos (vs 3b).
4)     Ele se sentia sozinho, sem ninguém para ajudá-lo, sem ninguém para protege-lo e consolá-lo. Ele não tinha ninguém que pudesse cuidar dele naquela hora (vs 4).
5)     Ele estava gritando, pedindo socorro, pois estava fraco e desesperado, pois sabia que seus inimigos eram mais fortes do que ele (vs 6).

Vamos resumir: A alma de Davi estava aprisionada por sentimentos que esmagavam o seu coração. Davi não estava nutrindo os sentimentos citados acima por estar numa caverna, e sim porque a sua alma foi aprisionada por sentimentos que mexiam com sua fé em Deus. Estes sentimentos abalaram tanto Davi, que percebemos que a sua confiança em Deus já estava indo embora e seus olhos já não olhavam para o porvir com esperança.

Apesar disso tudo, Davi lutava para recobrar forças em Deus lá no fundo do seu coração. Apesar da sua alma estar aprisionada por sentimentos esmagadores, ele ainda acreditava que o Senhor continuava sendo Deus! Aleluia!

1)     Davi clamava do seu intímo (pedia com instância) e se derramava perante o Senhor (vs 1,2).

2)     Davi reconhecia que apesar do seu desânimo e desespero, Deus lhe mostraria um novo caminho, um novo rumo. Davi sabia que Deus iluminaria sua alma e lhe daria direção para sair daquela situação (vs 3a).

3)     Davi gritava ao Senhor, clamava ao Senhor e sabia que Deus era seu verdadeiro refúgio (abrigo, protetor, amparo) e não a caverna. Ele sabia que mais cedo ou mais tarde sua alma iria se abrigar no Senhor e tudo ficaria bem (vs 5a).

4)     Davi tinha a consciência que Deus era sua porção nesta terra (agitada, violenta, opressora) (vs 5b).

5)     Mesmo estando muito abalado e com sentimentos que lhe perturbavam a alma, Davi no seu âmago sabia que Deus o atenderia e livraria de suas angústias (vs 6a)

Davi sabia que Deus tiraria sua alma do cárcere! No meio da angústia, continue confiando no seu Senhor!

Que Deus te abençoe rica e abundantemente,

Pr. Flavio Muniz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo de qualidade

Palavra de Nova Vida - Pr. Flavio Muniz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...