quarta-feira, 29 de setembro de 2010

A Falta de Crescimento

“Mas, seguindo a verdade em amor, cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo”. (Ef 4.15)
Nós já compreendemos que é parte essencial da vida cristã, o crescimento. E o crescimento espiritual deve ser um alvo a ser alcançado por todo crente que visa ser perfeito, assim como perfeito é o pai celestial. Quando nascemos de novo, da água e do espírito, penso eu que nós começamos uma grande jornada em direção a imagem de Deus. E ser a imagem de Deus é justamente ser o retrato falado de Jesus Cristo aqui na terra. Eu penso irmãos, que um dos maiores desafios da vida cristã é justamente crescer ao ponto de Cristo nos preencher completamente, preencher todo nosso ser completamente. (Ef 4.13).

E como o crescimento espiritual é um alvo a ser alcançado, e um objetivo a ser conquistado, sempre vão existir barreiras. Porque para todo alvo traçado em nossa vida, existe um caminho a ser percorrido, e esse caminho nem sempre é fácil. Pelo contrário, geralmente é um caminho longo, que exige muita perseverança e disciplina, que exige muita fé, que exige sacrifício, que exige uma visão bem ampla das coisas.  E devido a tudo isso, muitos de nós cristãos não crescemos. Não crescemos, porque não entendemos que existem barreiras a serem vencidas para isso. E quando não derrubamos essas barreiras, quando não vencemos esses obstáculos, a realidade é que continuamos a caminhar com Cristo, contudo sem o crescimento espiritual devido.            
Caminhar com Cristo sem crescimento espiritual, é como saber tudo sobre Deus, é como sentir Deus, é como tocar em Deus, sem, contudo viver esse Deus em nossa vida.
A falta de crescimento espiritual é a grande barreira a ser vencida por cada um de nós, e essa falta de crescimento nos proporciona a vivermos uma vida cristã sem sentido e uma fé sem propósitos. Portanto, nós precisamos vencer as barreiras que se opõe ao nosso crescimento para que possamos ser ao máximo parecidos com Cristo.

 A falta de crescimento espiritual é descrita na Bíblia como:

1) Incapacidade de absorver doutrinas mais sólidas (1Co 3.1-3)
Que doutrinas mais sólidas são estas? seriam novas revelações que mudarão para sempre os rumos da pesquisa bíblica? Seriam ensinamentos secretos sobre a vida e sobre Deus? Seria o estudo teológico bem elaborado?  Não. As doutrinas sólidas mencionadas aqui são a parte prática do evangelho, tais como:
- A cruz (a negação do egoísmo, dos prazeres, do mundo e suas concupiscências)
- A vida dedicada ao serviço do Reino
- A vida como mordomo de Cristo
- O compromisso com a missão
- A disposição e doar-se por amor a Deus e ao próximo
ü  Vemos imaturidade quando os crentes só querem ser servidos, não há uma vida de serviço ao próximo.
ü  Vemos imaturidade quando ainda insistimos em ser contenciosos e ciumentos.
ü  Vemos imaturidade quando nós, depois de tanto tempo convertidos, ainda não aprendemos a sermos mordomos do nosso tempo, bens e recursos.
ü  Vemos imaturidade quando continuamos a ser orgulhosos, senhores de si, avarentos, maliciosos em nossas palavras e invejosos de ter poder.
ü  Vemos imaturidade quando ninguém e nada nos agrada na igreja.

2) A falta de crescimento espiritual é mostrada na Bíblia como tendo a necessidade de um tutor (Hb 5.12)

Tutor – é uma pessoa responsável por outra, é um protetor, é um defensor.

ü  Quando precisamos sempre que alguém esteja nos tomando pela mão, senão desistimos da fé; ou quando precisamos sempre que alguém esteja nos apontando o caminho certo, porque sequer conseguimos discernir o que é carnal e o que é espiritual. 
ü  Tem crente que o pastor sempre tem que ir visitar, estar ao lado, etc.. senão ele sai da igreja. É aquele crente que quer um pastor a “tira colo”
ü  Tem crente que sempre pede oração, nunca ora pelos outros.
ü  Tem crente que só anda de muleta espiritual, nunca consegue caminhar sozinho.
ü  Tem crente que só vai à igreja, se o amigo for.

3) A falta de crescimento espiritual é descrita na Bíblia como Instabilidade (Ef 4:14)

Instável - inconstante, incerto, é variável.

ü  Instável é alguém que não consegue discernir a verdade, que segue qualquer novo modismo que apareça.
ü  Tem crente que corre para qualquer profeta ou profecia, se for revelar o seu futuro e manifestar a vontade de Deus.
ü  Tem crente que não pode ver algo novo que já fica logo doido, G-12, unção do riso, unção do grito, cair no poder.
ü  Tem crente que não pode ver uma faixa na porta da igreja dizendo; “ campanha x” que ele já quer logo participar.

4) A falta de crescimento espiritual é descrita por um crente que continua a ser um homem natural (1Co 2.14-16)

Homem natural – Uma pessoa que não dá provas de ter tido uma experiência de regeneração, vida em santificação e um viver no Espírito.

ü  Existem crentes que não conseguem ser espirituais, não conseguem adotar o estilo de vida de Jesus. Continuam a ser naturais.
ü  Tem crentes que nunca sabem discernir entre o bem e o mal. Aí perguntam,  isso é de Deus?
ü  Não sabem discernir a voz de Deus, não lêem a bíblia, por isso nunca sabem a vontade de Deus. Nunca são transformados por Deus, porque não o obedecem, não o temem, ou seja, continuam naturais.
ü  Não andam no espírito, muito menos vivem no espírito.

Que possamos vencer essas barreiras, para seguirmos firmes para um crescimento natural, sadio e de grande valor diante de Deus!

(2 Co 3.18)- “E todos nós, com o rosto desvendado, contemplando, como por espelho, a glória do Senhor, somos transformados, de glória em glória, na sua própria imagem, como pelo Senhor, o Espírito”.

Pr. Flavio Muniz



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conteúdo de qualidade

Palavra de Nova Vida - Pr. Flavio Muniz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...