quarta-feira, 28 de novembro de 2012

É tempo de recomeçar



(Ag 1.1-15; 2.1-19). Recomeçar -  Uma palavra que inspira medo e esperança ao mesmo tempo, num sentimento ambíguo tão típico do ser humano. Por um ângulo, Recomeçar significa estar exposto aos mesmos erros e perigos já vividos, poder ser enganado novamente, sofrer decepções e todos os riscos que implicam o fazer um novo trajeto. Se a perspectiva for só por esse ângulo, realmente é de se temer o recomeçar. Ocorre que o medo turva os olhos, restringe horizontes, esconde as oportunidades. Por um outro ângulo, Recomeçar é dar uma nova chance à vida, chance de fazer melhor, de corrigir erros, de aprender, de evoluir, de avançar. Recomeçar é ter uma, ou várias páginas em branco, esperando que nelas escrevamos uma nova história, aquela em que Deus nos ajuda a sermos os autores para que possamos pela fé criar vários cenários e enredos belíssimos.

“Não importa onde você parou, em que momento da vida você cansou. O que importa é que sempre é possível e necessário “Recomeçar...Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura.” (Carlos Drummond de Andrade).

O texto profético de Ageu nos remete a um recomeço após 70 longos anos de cativeiro. Quando Ageu começa a profetizar, já se haviam passados 14 anos em que o povo (50.000) havia retornado a sua terra natal (Jerusalém) e tinha começado a reconstrução do templo. O primeiro templo (o de Salomão) fora destruído pelo rei Nabucodonosor. E agora o desafio do povo de Deus era recomeçar sua vida espiritual priorizando Deus através do templo, do culto e da adoração a Deus. Esdras narra com precisão o dia em que eles começaram a reconstrução do templo lançando os alicerces (Ed 3.8-13).

Entenda queridos, se eles reconstruíssem o templo sob a liderança de zorobabel, eles devolveriam a toda nação de Israel uma religiosidade firmada em Deus, na aliança que eles tinham com o Deus de Israel. Por isso no início da obra, todos estavam alegres, todos jubilavam, dançavam e louvavam ao Senhor por terem lançado os alicerces da casa do Senhor, porque para eles isto era mais importante do que tudo, era prioridade para eles. (vs 12) – É verdade que muitos sacerdotes e levitas antigos reprovaram a obra, pois tinham contemplado uma construção muito mais suntuosa que era o templo de Salomão.

O recomeço trazia alegria e entusiasmo, mas infelizmente cerca de dois anos após, os inimigos conseguem parar a obra (Ed 4.1-6). E conseguem parar obra por pelo menos três motivos principais: ajuda enganosa (vs 2), desânimo e perseguição (vs 4,5), e também acusação (vs 6). Ouça amados, todas as vezes que eu você tentarmos recomeçar algo em nossa vida, sempre o inimigo usará estas estratégias para nos fazer parar, mas nós não podemos parar, por que se cremos veremos a Glória de Deus.

O que você tem tentado recomeçar em sua vida? O que você tem tentado escrever novo em sua história? O inimigo vai tentar para-lo lhe oferecendo uma ajuda enganosa, lhe desanimando, lhe perseguindo e também lhe acusando.

Mas, nós não podemos parar, pois se cremos, veremos a Glória de Deus.

Fato é queridos, que eles não foram fortes o suficiente, se enfraqueceram espiritualmente, e aí então esta obra permaneceu inacabada desde parte do Reinado de Ciro e até o segundo ano do Rei Dario, totalizando 14 anos. Até que Deus, vendo o estado espiritual e moral do seu povo, levanta um profeta por nome Ageu (o festivo) para encorajá-los a continuar a obra, a viver o recomeço. Para incentivá-los a não deixar morrer a esperança e a fé que eles haviam perdido. Para isso Ageu profetiza por quatro meses, mostrando a eles, os motivos pelos quais a benção de Deus não os alcançava, e também porque eles não conseguiam ver a Glória de Deus.

1º motivo foi o desinteresse (Ag 1.1-11)

O povo estava acomodado dizendo que ainda não era o tempo de edificar a casa do Senhor (vs 2). Mas, suas casas tinham madeiras de cedro e tudo do bom e do melhor, enquanto a casa de Deus permanecia em ruínas (vs 4). Deus então passa a exortá-los no sentido de que a casa de Deus precisa ter a primazia, porque aquilo que indicamos como prioridade, isto será objeto do nosso amor. Deus os faz considerar o passado, pois se o fizessem veriam que em nada tinham mudado, pois espiritualmente falando eles estavam da mesma maneira do que quando foram levados cativos. Eles continuavam egoístas, andando pelo seu próprio caminho, e ainda desprezavam os alvos e propósitos divinos, e por isso eles eram infrutíferos, a benção de Deus não os alcançava. (vs 6-11).

Somente a reconstrução do templo seria para Deus um ato de obediência pelo qual ele se alegraria e seria glorificado (vs 8).
Você anda desinteressado pela obra do Senhor, anda desinteressado pelas coisas de Deus, olhe para a sua vida espiritual e veja se as suas prioridades não precisam ser reordenadas. Veja se você tem colocado Deus em primeiro lugar na sua vida. Quando você começar a colocar o Reino de Deus em primeiro lugar na sua vida, Ouça: Deus vai se derramar como nunca se derramou e nós seremos cheios da sua presença, das suas bênçãos e da sua Glória.

2º motivo foi o desencorajamento (Ag 2.1-9)

Enquanto o povo edificava, o desânimo veio sobre eles, porque os mais velhos se lembravam do esplendor do templo de Salomão e ficavam grandemente decepcionados com o novo templo. É verdade que este novo era inferior no tamanho, na suntuosidade. Os alicerces eram bem menores em extensão e os recursos eram limitados. Mas Deus os encoraja de três formas:

1 – O próprio Deus estaria com eles para garantir o cumprimento das promessas (vs 4)
2 – O Espírito de Deus permanecerá entre o povo (vs 5)
3 – A Glória do último templo seria maior do que a do primeiro por causa da demonstração do poder de Deus e da paz que haverá (vs 6-9).

O que tem lhe desencorajado nesses dias a Recomeçar algo em sua vida? O que está fazendo você desanimar na fé?

Ânimo, tenha coragem, Deus está conosco, não temas. Diz o Senhor: “não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a minha destra fiel”.  “Porque eu, o SENHOR, teu Deus, te tomo pela tua mão direita e te digo: Não temas, que eu te ajudo”.

Deus está ao nosso lado como garantia de que suas promessas se cumprirão em nossa vida, em nossa igreja, em nossa família. O Espírito do Senhor permanece conosco. A glória da segunda casa, será maior que a primeira. Se você está cansado da caminhada, se o inimigo conseguiu lhe desanimar, saiba que quando você começar a reconstruir aquilo que você perdeu, o poder de Deus virá de modo dobrado, quando decidirmos obedecê-lo e recomeçar, e além disso a sua Paz será renovada sobre nós e por isso não temeremos o dia de amanhã porque a sua Paz que excede todo o entendimento guardará a nossa mente e o nosso coração em Cristo.
3º motivo foi à insatisfação (Ag 2.10-19)

Agora que o povo está trabalhando, eles esperam uma inversão imediata de todos os seus anos de inatividade. Então, o profeta esclarece isso com uma pergunta aos sacerdotes acerca das coisas limpas e imundas e da sua influência sobre os outros. A resposta dos sacerdotes é que a imundície é infecciosa, enquanto que a santidade não é. Ageu queria que eles compreendessem que a sua pecaminosidade fazia com que Deus não ouvisse suas orações por muito tempo. Ageu ouviu suas queixas de não verem nenhum sinal visível de bênçãos, apesar de já estarem trabalhando por três meses. Ageu aqui está sendo muito claro: “Não espere que o trabalho de três meses desfaça a negligência de vocês por quatorze anos”. No entanto, o profeta deixa claro que Deus estava agindo e as coisas agora seriam bem diferentes (Ag 2.18-19)

É verdade que eles tinham até mesmo recomeçado, mas estavam insatisfeitos, pois eles cobravam de Deus resultados imediatos. Só porque mudaram de postura e resolveram colocar a mão na massa para reconstruir o templo, eles queriam que Deus os abençoasse de maneira substancial.

Queridos vamos aprender uma lição: Quem está recomeçando algo na vida precisa entender que Deus não age e não trabalha como o homem. Deus tem o seu tempo, o seu jeito, o seu modo, o seu querer. Deus não está pressionado por ninguém, Deus não está limitado em suas ações, Deus não se surpreende com nada e com ninguém. Portanto, quem recomeça algo precisa aprender a esperar e descansar em Deus, ter uma fé constante, uma perseverança que subestime a si mesmo e principalmente não permiti que a esperança morra, porque a Bíblia diz que a esperança que se adia faz adoecer o coração.

Quem sabe você hoje não tem ânimo para nada, não tem coragem para nada, não tem disposição para nada. Assim diz o Senhor: Desperta, acorda do seu sono espiritual, saia de sua letargia de anos, pois eu o Senhor estou contigo.
“O SENHOR sairá como valente, despertará o seu zelo como homem de guerra; clamará, lançará forte grito de guerra e mostrará sua força contra os seus inimigos”. (Is 42.13)

No povo havia desinteresse, desencorajamento e até mesmo insatisfação. Sabe o que os fez recomeçar? Sabe o que os fez tentar novamente? Sabe o que os fez voltar ao caminho?

1º lugar: A Palavra de Deus (Ag 1.12)- A obra recomeça quando eles decidem dar ouvidos a voz do Senhor. Com isso o povo passa a temer e tem a garantia de que o Senhor estaria com eles.

2º lugar: A presença do Senhor (Ag 1.13)– A presença do Senhor ao nosso lado não é somente a garantia da vitória, mas é a garantia de um futuro glorioso. Não iria adiantar eles somente ouvirem a Palavra do Senhor, eles precisavam ter a confiança de que Deus estaria ao lado deles neste recomeço.

3º lugar: O despertamento do Senhor (Ag 1.14)O fato de o povo confiar e temer diante da Palavra de Deus, provocou um despertamento nos líderes. Tanto o governador Zorobabel, quanto o sumo sacerdote Josué, foram despertados por Deus para recomeçarem a obra.

Meus irmãos, nós estamos ouvindo a Palavra do Senhor nos encorajando a recomeçar coisas novas em nossas vidas. E se ele nos ordenou a recomeçar, sua presença será o nosso sustento em cada dia deste recomeço. Mas, eu devo dizer que este é um tempo em que o Senhor está despertando sua igreja, seus líderes, seu povo para um recomeço guiado e dirigido por Ele.

Chega de desinteresse, chega de deixar as coisas de Deus em segundo lugar. Chega de desânimo, prostração, choro e tristeza, chega. Neste tempo Deus está nos encorajando pela sua Palavra a recomeçarmos. Chega de insatisfação, de murmuração diante de Deus por coisas que Deus ainda não fez, chega. Neste tempo Deus está requerendo de nós que possamos nos lançar em seus braços, e confiar de que daqui pra frente será diferente. E não será diferente só no discurso, será diferente porque Deus quer. Deus disse aquele povo: desde este dia, vos abençoarei. E o Senhor diz a sua igreja: Desde este dia vos abençoarei como nunca antes vocês provaram da minha benção, por isso somente recomecem.

“Porque sou do tamanho daquilo que vejo, e não do tamanho da minha altura”. Este é um tempo de Recomeçar!

Bendito seja o Evangelho!

Pr. Flavio Muniz

Um comentário:

  1. Recomeçar realmente é dificil, e requer muita disciplina e oração. Recomendo esse Site que me ajudou bastante: http://twixar.me/DSP Apenas CADASTRA-SE e SEJA FELIZ, meu irmão e irmã. Fique com Deus

    ResponderExcluir

Conteúdo de qualidade

Palavra de Nova Vida - Pr. Flavio Muniz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...