segunda-feira, 20 de junho de 2011

Crescendo como Jesus


(Lc 2.39-52). Eu creio irmãos que crescer na vida espiritual não é só questão de ter conhecimento de Deus. Eu penso que ter conhecimento de Deus é o princípio para um crescimento sadio na fé. Crescer na vida espiritual sempre vai misturar o teórico com o prático, ou seja, precisa ser a dinâmica entre a teoria e a prática. A medida que eu conheço a Deus pela sua palavra, mais eu pratico o que eu conheci. Sem essa dinâmica não existe crescimento espiritual. O ser humano nasce, cresce (se desenvolve), e morre, este é o ciclo natural. Na vida espiritual também deve ser assim!


Costumamos a nos perguntar: porque muitos crentes não crescem na fé? Porque muitos crescem e depois ficam estagnados na vida espiritual? Sinceramente, eu creio que é por falta da dinâmica entre conhecimento de Deus e pratica desse conhecimento.

É hora da igreja despertar, e dos cristãos se comportarem como adultos na fé adquirindo maturidade espiritual para prosseguir sua caminhada de fé.  Já é hora de nos tornarmos cristãos espiritualmente fortes, sadios e maduros para frutificarmos no reino de Deus em prol de uma obra perfeita, que é a obra de Deus em nossas vidas.

E Para se falar de crescimento espiritual, nós precisamos saber como um crente cresce? E para saber como um crente cresce, nós precisamos usar o exemplo maior, Jesus. Nós precisamos saber como Jesus cresceu?

Leia (Lc 2:40,52). O texto de Lucas 2.40, resume a infância de Jesus até a idade de doze anos. Jesus era instruído nas sagradas escrituras. O Cristo divino, o Filho de Deus, nascido de modo virginal, viveu em forma humana, mas de modo perfeito. Ele foi criado no lar piedoso de José e Maria, e foi cercado desde a infância por uma atmosfera espiritual sadia. E é lógico que os mandamentos da lei de Deus eram cumpridos no lar de José e Maria, e nós vemos isto pelo fato deles terem cumprido toda a lei em relação ao menino Jesus e a observância da Páscoa. A instrução completa de Jesus nas sagradas escrituras, o crescimento espiritual dele, se revela na sua participação na discussão com os sábios do templo com doze anos apenas. (Lc 2:46,47).

Jesus crescia, Jesus se fortalecia! Crescia em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens. E nós? Será que estamos crescendo espiritualmente?  O que você está fazendo para manter na sua vida e de sua família uma atmosfera espiritual sadia? Jesus cresceu em um ambiente espiritual sadio, Jesus crescia estudando a Palavra de Deus, orando, obedecendo a Lei de Deus e a dos homens. Deus espera que nós cresçamos espiritualmente, pois precisamos nos tornar semelhantes a Cristo, deixar o caráter de Cristo ser formado em nós, pois nós ostentamos o seu Nome. Por isso precisamos andar assim como Ele andou: ter as atitudes de Cristo. Copiá-lo em sua vida, obra e ministério.  

A Bíblia nos dá alguns exemplos de homens que cresceram: O profeta Samuel (1 Sm 3:19), Davi (1Cr 11:9). Ora, irmãos se esses homens de Deus cresceram, nós precisamos crescer! E nós precisamos crescer em três direções, assim como Jesus cresceu (Lc 2.52):

a)     Em Sabedoria

Preste bem atenção nisso, crescer em sabedoria, não é crescer em conhecimento!

Conhecimento – é o ato ou efeito de conhecer.
Sabedoria – é a capacidade de julgar corretamente e agir prudentemente. Em suma sabedoria é o conhecimento posto em prática. E Jesus crescia nisso!

Jesus não só conhecia a verdade, como também praticava a verdade, e isso era sabedoria. Existem crentes que não crescem em sabedoria, porque acham que só o conhecer a bíblia está de bom tamanho. Mais não é isso que a bíblia ensina (Tg 1.22-25). A bíblia também diz que: o temor do Senhor é o principio da sabedoria.

A bíblia nos ensina que Deus dá sabedoria (Pv 2.6) mais a bíblia também nos ensina, que nós devemos busca-lá e praticá-la (Tg 1.5/Éf 5.15). Precisamos crescer em sabedoria, pois a sabedoria nos ajuda na dinâmica que existe entre possuir um conhecimento de Deus e por este conhecimento em prática.

b)     Em Estatura

Estatura- altura de um indivíduo em posição vertical. O texto não está dizendo que Jesus crescia somente verticalmente, mais nas entrelinhas nos mostra que Jesus crescia na fé, ou seja, ele estava se tornando um adulto espiritual. Ele estava deixando de ser criança na fé, para se tornar um adulto na fé. E era justamente isso que não estava acontecendo na Igreja de Corinto (1Co 3:1-8). Os crentes dali queriam ter comunhão com Deus sem largar as práticas mundanas. Eram carnais, havia invejas, contendas, dissensões, falta de espiritualidade, eles rejeitavam os ensinos apostólicos, exercitavam os dons erroneamente, havia imoralidade, e até profanavam a Ceia do Senhor – Eram crianças.

Crianças - Bebem leite, são carnais, inexperientes na Palavra. Os Adultos não, os adultos são completamente diferentes (Hb 5.13,14).

Adultos – Somente se alimentam com alimento sólido, são espirituais, possuem suas faculdades espirituais exercitadas – são maduros. Faculdade - poder de fazer, capacidade, potência moral.

Éf 4.13 diz que nós devemos crescer. “até que todos cheguemos á medida da estatura da plenitude (completo, perfeito, absoluto) de Cristo.

c)      Em graça diante de Deus e dos homens

Graça – favor imerecido. Mas a palavra graça vem do Gr. (caris) e significa aquilo que em si desperta alegria, encanto, doçura, prestígio e aceitabilidade. Na bíblia este termo graça ocorre cerca de quatrocentas vezes.

Crescer na Graça – significa produzir frutos dignos do evangelho, porque o evangelho é também conhecido como o evangelho da graça de Deus.

Sabe porque Jesus crescia em graça diante de Deus?

Porque ele produzia frutos dignos do evangelho. Jesus era extremamente obediente ao Pai, e o foi até a morte e morte de cruz. Jesus tinha prazer nas coisas santas, Jesus abominava o pecado, Jesus vivia vida simples e reta diante de Deus, Jesus tinha um desejo intenso de agradar ao Pai e isto o impulsionava a fazer sua vontade e a pregar o evangelho do Reino de Deus (curando enfermos, libertando cativos, expulsando demônios). Jesus crescia em graça diante dos homens, porque era obediente aos seus pais, a lei dos homens (ex: pagou imposto), Jesus cumpriu a lei, Jesus dava testemunho do reino exercendo a dinâmica conhecimento e prática da palavra. Jesus despertava encanto, prestígio, alegria e doçura entre os homens.

Nós precisamos crescer em:

·        Sabedoria
·        Estatura
·        Graça diante de Deus e dos homens.

Faça sempre o teste do crescimento: "Se todos os crentes fossem como eu, que progresso teria a obra de Cristo?"

Que possamos um dia alcançar a perfeição! 


Nele,

Pr. Flavio Muniz

Um comentário:

  1. Olá pr. Flávio
    Linda reflexão, que possamos crescer em Cristo sempre, tanto na teoria, como na prática. Fica com Deus

    ResponderExcluir

Conteúdo de qualidade

Palavra de Nova Vida - Pr. Flavio Muniz

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...